Quarta, 26 de Janeiro de 2022
6730447121
Gestão & Economia Turismo

Com apoio do Governo MS, trade turístico estabelece metas para fortalecer setor nos próximos anos

O Bonito CVB assumiu, em novembro de 2021, a coordenação executiva da IGR

07/01/2022 14h14
Por: Redação
Com apoio do Governo MS, trade turístico estabelece metas para fortalecer setor nos próximos anos

Após apresentação das metas e propostas de reestruturação da Instância de Governança Regional Pantanal-Bonito (IGR), o Bonito Convention & Visitors Bureau (BCVB) prioriza agora o trabalho de adesão dos municípios e empresários integrantes da rota para formar o novo Conselho Consultivo. A partir daí, serão estabelecidas as ações estratégicas para os próximos anos, com o apoio da Fundação de Turismo de MS (Fundtur).

O Bonito CVB assumiu, em novembro de 2021, a coordenação executiva da IGR, tendo como meta o fortalecimento do turismo na região, que abrange 13 municípios (Bonito, Bodoquena, Jardim, Miranda, Porto Murtinho, Aquidauana, Anastácio, Ladário, Corumbá, Nioaque, Bela Vista, Caracol e Guia Lopes da Laguna). Bonito foi o primeiro município a aderir.

A participação dos municípios e do trade é fundamental para criar o conselho e formação de um fundo financeiro, com o qual a rota terá recursos para implementar as ações, como participação em feiras para promoção dos destinos e capacitação e treinamento de agentes operadores. O fundo será formado com cotas anuais dos municípios, entre R$ 10 mil e R$ 25 mil, conforme a classificação no Mapa Turístico, além do aporte financeiro do Governo do Estado.

Presença do trade

O fortalecimento da rota Bonito-Pantanal tem várias vertentes e uma delas é a participação da iniciativa privada. Os empresários também podem se associar à IGR (hoje são mais de 50 membros) e essa adesão foi cobrada pelo diretor-presidente da Fundação de Turismo de MS, Bruno Wendling, em recente live promovida pelo Bonito CVB com os municípios para apresentar a proposta de reestruturação da IGR.

“Essa construção coletiva para desenvolver ainda mais a rota tem que ter uma maior participação do empresariado”, citou Wendling. “Não há outra saída, temos que trabalhar a governança, que agora ganha outro patamar com a gestão do BCVB, e uma das metas é ampliar a participação do setor privado, com atribuições futuras de assumir a IGR.”

O diretor-presidente da Fundtur aproveitou a live para reafirmar o compromisso do Governo do Estado de apoiar as iniciativas, tanto técnica como financeira, para implementar e melhorar o posicionamento da rota nos centros emissores, que representam 8 milhões de pessoas. “Temos o melhor destino disparado de ecoturismo do Brasil, que precisa ser melhor trabalhado quanto a sua promoção”, ponderou.

Para Bruno Wendling, a gestão do Bonito CVB fortalece a governança e dá um passo importante para a profissionalização do gerenciamento da rota Pantanal-Bonito, focando em um único destino. Ele considera um desafio, mas observa que “o mercado quer consumir dessa forma”. O turismólogo destacou o Bonito CVB como “uma das organizações mais representativas e atuantes no Estado”.

Mais competitivos

Presidente do Bonito CVB, o empresário Rodrigo Coinete é um entusiasta com a reformulação da Instância de Governança Regional a partir do novo desafio da entidade. "Nós, do Bonito CVB, sempre acreditamos na integração da Rota Pantanal-Bonito. Temos certeza que com planejamento e ações integradas iremos fortalecer muito o turismo da região. Iremos trabalhar com muita responsabilidade e assegurar que haja uma gestão participativa", garantiu.

Coinete adiantou que o foco da nova gestão dentro do planejamento estratégico, além da reestruturação da IGR, será a captação de eventos e promoção dos destinos, ações estas alinhadas com os cenários produzidos pelo Observatório do Turismo. “Toda tomada de decisão será baseada em dados”, citou. Para ele, o grande desafio será inserir a rota no mercado internacional, trabalhando com os destinos indutores.

Ao apostar no fortalecimento da rota, o empresário lembra que desde 2009 a Capital do Ecoturismo trabalha de forma integrada com Foz do Iguaçu, uma iniciativa de grande sucesso. “Trabalhar a rota integrada a médio e longo prazos nos tornará mais competitivos, temos uma oportunidade de ouro para alavancar a região, nesse período de retomada do turismo, sempre contando com a parceria do Governo do Estado e da Fundação de Turismo”, completou Rodrigo Coinete.

Sobre

O objetivo da IGR é unir o poder público, entidades e membros da sociedade civil para tratar das políticas que irão fomentar e promover o turismo na região, de forma sustentável. As IGRs são fundamentais para a implementação de estratégias em nível regional para a descentralização da política pública estadual. E importante também pela continuidade das políticas públicas do Estado, sem que haja interrupção a cada ciclo de gestão pública.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Campo Grande - MS
Atualizado às 16h47 - Fonte: Climatempo
31°
Trovoada

Mín. 22° Máx. 34°

34° Sensação
20 km/h Vento
55% Umidade do ar
90% (17mm) Chance de chuva
Amanhã (27/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 30°

Sol com muitas nuvens e chuva
Sexta (28/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 29°

Sol com muitas nuvens e chuva
Ele1 - Criar site de notícias