Segunda, 29 de Novembro de 2021
6730447121
Cidades Interior

Em Miranda, governador anuncia R$ 12 milhões em obras e leva auxílio às famílias em situação de vulnerabilidade com o Mais Social

O Estado, em sete anos, investiu cerca de R$ 66,6 milhões em Miranda

28/10/2021 15h40
Por: Redação
Em Miranda, governador anuncia R$ 12 milhões em obras e leva auxílio às famílias em situação de vulnerabilidade com o Mais Social

Mãe de seis filhos, Daniela da Silva, de 36 anos, está desempregada, mas sabe que vai poder contar com o cartão Mais Social para garantir comida na mesa.

Com a pequena Dara, de 2 meses, nos braços, Daniela recebeu o cartão das mãos do governador Reinaldo Azambuja nesta quinta-feira (28), em Miranda.

"Sou doméstica, mas estou desempregada. Faço bico quando aparece. Essa ajuda é muito importante. Fica muito difícil sem esse benefício", disse.

De acordo com o governador Reinaldo Azambuja, o programa social idealizado pelo secretário Eduardo Riedel (hoje na pasta de Infraestrutura), vai atender cerca de 600 pessoas em Miranda.

"Temos 302 pessoas que recebiam o Vale Renda e vão ser atendidos pelo Mais Social e mais 300 famílias que também vão ser atendidas aqui com o cartão. Em todo o Estado, mais de 100 mil famílias vão receber. Já nas comunidades indígenas, entregamos as cestas de alimentos. Eram 18.750 e vamos aumentar para 20 mil", afirmou o governador.

Em sua agenda em Miranda, acompanhado dos secretários Eduardo Riedel, da Infraestrutura, e Sérgio de Paula, da Casa Civil, Reinaldo Azambuja anunciou investimentos que somam R$ 10,1 milhões em infraestrutura e entregou uma motoniveladora à prefeitura para reforçar as ações de recuperação das estradas vicinais do município.

O Estado, em sete anos, investiu cerca de R$ 66,6 milhões em Miranda, em todas as áreas, melhorando os serviços públicos e garantindo qualidade de vida à população.

“Preciso desse cartão”

Entre os beneficiados pelo Programa Mais Social está também Paula Lopes Costa, de 30 anos, que precisa do auxílio porque está desempregada. Ela mora com a filha Yasmim, de 6 anos, e uma irmã.

"Faltaria comida se não tivesse o Mais Social. Eu já fui vendedora de loja, mas estou desempregada", conta.

Laura Lopes da Silva Barbosa, 32, perdeu o emprego de doméstica durante a pandemia. Ela recebia o Vale Renda e está migrando para o Mais Social. "Eu moro com meus dois filhos, de 11 e 16 anos. Dependo de apoio para pagar as contas. Desde que perdi o emprego por causa da pandemia, distribuí currículo, mas não fui chamada. Então, preciso desse cartão".

O Mais Social atende famílias em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar e nutricional. O programa do Governo do Estado paga R$ 200 mensais para beneficiários que têm renda mensal familiar per capita inferior a meio salário mínimo.

Disponibilizado por meio de um cartão, o dinheiro pode ser utilizado em qualquer estabelecimento comercial para compra de comida e de itens de higiene. A compra de bebidas alcoólicas ou cigarros não é permitida.

Pontes e saneamento

Durante ato realizado na histórica Praça Agenor Carrilho, o governador Reinaldo Azambuja assinou ordens de serviço para a construção de uma ponte de concreto sobre o Córrego Vilas Boas e reforma da Escola Estadual Indígena Professor Atanásio Alves, na aldeia Lalima. Também autorizou a reforma do Hospital Municipal Renato Albuquerque Filho e autorizou convênio com a prefeitura para revitalização da Praça Agenor Carrilho.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Campo Grande - MS
Atualizado às 22h23 - Fonte: Climatempo
22°
Trovoada

Mín. ° Máx. °

22° Sensação
9 km/h Vento
100% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (30/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Quarta (01/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Ele1 - Criar site de notícias