18/12/2018 às 15h01min - Atualizada em 18/12/2018 às 15h01min

Amanda Magalhães, voz da terceira geração 'Black Rio', apronta álbum em que tentará fazer valer som autoral

g1.com.br



A cantora, compositora e produtora musical Amanda Magalhães lança o primeiro álbum em 2019 com a missão de fazer valer o legado da terceira geração da dinastia Black Rio.

Neta do saxofonista e compositor carioca Oberdan Magalhães (1945 – 1984), fundador da banda Black Rio em 1976, a artista de atuais 27 anos prepara um álbum imerso na pegada da black music, com ênfase na levada do R&B, mas com o aditivo contemporâneo do rap e da música eletrônica.

Filha de William Magalhães, músico que lidera a atual formação da banda Black Rio, Amanda Magalhães é a principal aposta para 2019 do selo Boia Fria Produções, por onde foi lançado em 2017 o primeiro álbum, Galanga livre, do rapper paulistano Rincon Sapiência.


Não por acaso, Rincon avaliza a artista debutante como coautor e convidado de Fazer valer, o recém-lançado primeiro single do primeiro álbum de Amanda.

Com toque de soul, Fazer valer surge em gravação calcada na batida do trap, com letra e rap que evocam signos e símbolos da cultura oriental como o budismo – universo acentuado nas imagens do clipe lançado juntamente com o single e gravado em templos budistas de cidades próximas de São Paulo (SP) sob a direção de Gabriel Duarte.

Outros dois singles, Coração só e Vai ouvir, serão apresentados ao longo do primeiro semestre de 2019 antes do álbum propriamente dito, previsto para ser editado em maio.

Amanda assina sozinha a produção musical e a composição destes dois próximos singles, enfatizando a veia autoral do álbum que prepara com convidados ainda não revelados.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual melhor candidato?

53.3%
29.0%
17.8%