14/07/2020 às 10h15min - Atualizada em 14/07/2020 às 10h15min

Semagro e Biosul articulam doação para UFMS produzir álcool 70% e glicerinado

Foram doados 10 mil litros de álcool para que a UFMS produza álcool 70% e glicerinado (em gel).

Da redação
Em mais uma ação articulada pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) em prol da saúde da população estadual, foram doados 10 mil litros de álcool via Biosul para que a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) produza álcool 70% e glicerinado (em gel).

O pedido foi feito pelo reitor da UFMS Marcelo Turine e prontamente atendido pelo secretário Jaime Verruck, titular da Semagro, e o presidente da Biosul, Roberto Hollanda. “Mais uma parceria de sucesso com a Biosul e a UFMS que vai produzir álcool para atender a estrutura da UFMS, Hospital Universitário e Governo de MS, entre outros”.

A produção foi feita no Laboratório de Tecnologia Farmacêutica (LTF), da Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Alimentos e Nutrição (Facfan), sob a coordenação da professora Ligia Macedo. "Agradecemos a SEMAGRO pela parceria e doação, que possibilitou a continuidade da produção dos álcoois saneantes. A produção dos álcoois saneantes iniciou-se em março desse ano, com a participação dos professores do LTF, técnicos da UFMS, alunos e professores voluntários", explica.

A produção do LTF/UFMS já foi repassada ao Hospital Regional, Hospital Universitário da UFMS (Humap/Ebserh), unidades da UFMS, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento , Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo (Decon/DGPC), Pestalozzi, APAE e  Semagro.

A Biosul tem sido parceira da Semagro desde o início da pandemia, atuando junto com as usinas de álcool instaladas no Estado. A Semagro tem recebido as demandas por meio do Comitê de Gestão para Monitoramento das Ações da Pasta, montado com o objetivo de auxiliar na orientação ao setor produtivo, além de acompanhar, avaliar e orientar as ações desenvolvidas pela secretaria no combate e na mitigação dos efeitos da pandemia do coronavírus (COVID-19).
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual prefeito seria melhor para a saúde?

55.9%
28.0%
16.1%