18/12/2018 às 11h11min - Atualizada em 18/12/2018 às 11h11min

Vestibular Unesp 2019 tem consumo como tema de redação; veja correção da 2ª prova

Segunda fase teve 11,5% de abstenção. Lista de aprovados sairá em 1º de fevereiro de 2019.

g1.com.br


A segunda fase do vestibular Unesp 2019 terminou nesta segunda-feira (17) com 88,5% de candidatos presentes e 11,5% de abstenção. Dos 50.499 candidatos inscritos, 44.699 fizeram a prova de linguagens e códigos e elaboraram uma redação, cujo tema foi "Compro, logo existo?", uma reflexão sobre o mundo do consumo.

Veja a correção extra-oficial da prova feita pelos cursinhos:

    Oficina do Estudante
    Objetivo
    Anglo
    Etapa
    Poliedro

Veja a prova de linguagens e redação da Unesp

Para Sérgio de Lima Paganin, supervisor de linguagens do cursinho Anglo, o tema da redação já foi abordado em outras provas. "Já foi tema do vestibular do ITA, foi um tema relativamente parecido na Fuvest 2013", destacou.

Segundo ele, os textos usados como suporte para a proposta não são tão fomentadores da discussão como costuma ser na Unesp. "As propostas de redação da Vunesp costumam ter textos mais auxiliadores na busca por argumentos. Quando o tema é assim, o candidato que tem mais reportório pessoal se diferencia. Sabe que tema em que os clichês argumentativos são mais frequentes, então tema assim exige mais do candidato".

Sobre a prova de linguagens e códigos, Paganin considerou bastante simples. "O que está sendo pedido é bastante tradicional em provas de português. São exercícios mais gramaticais que contribuem pouco para o sentido do texto."

"Para os candidatos de medicina, a redação vai pesar bastante. É espero que os candidatos de carreiras mais concorridas, a redação é que vai fazer a diferença."

Para Célio Tasinafo, diretor pedagógico da Oficina do Estudante, foi uma prova "sem criatividade e com questões abordando temas comuns ao ensino médio".

"Melhores foram as questões de inglês, que exploraram o tema dos monstros e do imaginário em diferentes épocas históricas. A redação, por sua vez, explorou também de maneira superficial um tema que já apareceu em provas anteriores e é sempre debatido: o consumismo. Com uma coletânea óbvia e que não abria espaço para reflexões mais significativas, os candidatos foram levados a produzir texto, que, na melhor das hipóteses, pode ser classificado de protocolar", disse.

Segundo Tasinafo, a segunda fase deixa pouca margem para erros e mínimos equívocos por parte dos candidatos, sobretudo aos cursos mais concorridos, como medicina. "Por isso, é importante manter os pés no chão e continuar a se preparar de forma séria e densa para as próximas segundas fases (Fuvest e Unicamp)."

Calendário

No domingo (17), foram aplicadas as aprovas de ciências humanas (12 questões dissertativas) e ciências da natureza e matemática (12 questões dissertativas).

Entre as 7.365 vagas oferecidas no vestibular da Unesp, há 175 opções de entrada para cursos de graduação, distribuídas por 23 cidades paulistas.

A divulgação do resultado final será feita em 1º de fevereiro de 2019.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual melhor candidato?

53.3%
29.0%
17.8%