21/05/2020 às 19h18min - Atualizada em 21/05/2020 às 19h18min

Empreendedores são humilhados ao tentar crédito nos bancos; ajuda não chega

Sem contar na queda do faturamento que as empresas enfrentam

Redação
Reprodução
Segundo pesquisa realizada pelo Sebrae os bancos andam reprovando crédito aos empreendedores, seis a cada dez empreendedores, buscaram ajuda no sistema financeiro e tiveram seus pedidos reprovados desde o início da crise do Covid-19.

Sem contar na queda do faturamento que as empresas enfrentam, e muitas declararam que já estavam com o faturamento ruim ou razoável antes da crise.

Medidas de crédito emergencial do governo

No fim de março o governo anunciou uma linha de crédito, para ajudar as pequenas e médias empresas a quitar folhas de pagamento. O setor está entre os mais atingidos pela crise gerada pelo COVID-19. Mas para isso, as empresas devem assumir que não irão demitir nenhum funcionário nesse período.

Bancos negam crédito a 60% dos empresários que buscam financiamento. Pesquisa do Sebrae feita com donos de pequenos negócios mostra também que 29% deles desconhecem as medidas do governo contra os efeitos do coronavírus


Alguns bancos também prorrogaram as dívidas por até 60 dias dos vencimentos das dívidas para clientes pessoas físicas e micro e pequenas empresas.

Acesso dos empreendedores ao crédito

Uma grande dificuldade encontrada ao da entrada no acesso de crédito são as exigências de garantias feitas pelas instituições financeiras.

Porém essas medidas são tomadas para evitar que, o empreendedor ao obter crédito, não crie problemas ainda maiores, ao contrair uma dívida que não irá conseguir pagar.
  • Passo a Passo para conseguir o crédito
  • Escolher a instituição financeira e ter um bom relacionamento
  • Manter um cadastro positivo
  • Solicitar limite de crédito compatível com a necessidade da empresa
  • Disponibilizar todas as informações corretas de cadastro, financeiras e gerenciais confiáveis.
  • Dicas para financiamento

Algumas análises são importantes para serem realizadas antes de dar entrada ao processo de pedido do financiamento:
  • Identificar as necessidades da empresa e ter certeza que o financiamento é a melhor solução;
  • Analisar o lucro da sua empresa e ter certeza que ele é suficiente para quitar o financiamento;
  • Analise e as taxas e juros que serão cobradas;
  • Analise as diversas linhas de crédito disponíveis e compare as vantagens de cada uma delas;
  • Tenha um plano de negócios;
  • Não misture o caixa pessoal com o da empresa;

Por isso é necessário um planejamento desde o início da abertura da empresa, e um controle rigoroso sobre as vendas e o financeiro do seu empreendimento.

Pesquisas ainda mostram que, mais de 62% dos negócios interromperam suas atividades ou fecharam as portas durante essa crise, e o restante teve que alterar sua forma de funcionamento, fazendo apenas pequenas entregas, atuando somente no ambiente virtual ou adotando horário reduzido.

Se você não tem, ou se seu plano de negócios não está atualizado, vale a pena e é necessário que reveja seu planejamento e organize seu empreendimento. Os cinco maiores bancos do país também anunciaram a prorrogação por até 60 dias dos vencimentos de dívidas para clientes pessoas físicas e micro e pequenas empresas. Entretanto, empresas e pessoas físicas têm enfrentado dificuldades para ter acesso a essa pausa e ainda reclamam de juros mais caros em novas operações de crédito. Para o Banco Central, isso acontece pela maior demanda das empresas por determinadas linhas de crédito e também pelo maior risco de inadimplência.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual prefeito seria melhor para a saúde?

55.9%
28.0%
16.1%