02/05/2020 às 07h50min - Atualizada em 02/05/2020 às 07h50min

​Entregadores são capacitados em normas de higiene e manipulação de alimentos

A campanha segue orientando os funcionários por tempo indeterminado.

Redação
Reprodução
Ao longo dos últimos dois meses, os moto entregadores de Campo Grande têm sido orientados à distância em normas de higiene e manipulação de alimentos. A ação, fruto da campanha “Eu Fui Orientado”, é realizada pelo Sebrae, Senac e Abrasel, em parceria com aplicativos de delivery para contribuir com a segurança da população em meio à pandemia do novo coronavírus.

Após garantir a capacitação – disponível em um vídeo produzido pela equipe técnica do Senac e Sebrae, o entregador recebe um selo, com o aviso “Eu Fui Orientado”. A imagem pode ser adesivada no veículo, demonstrando aos clientes o compromisso com as normas sanitárias. Segundo estimativa do Sebrae/MS, já foram impressos mais de 4 mil selos na Capital.

Conforme a analista do Sebrae/MS, Isabella Fernandes, os restaurantes já seguem medidas sanitárias, mas agora é preciso olhar para toda a cadeia. “Neste momento em que a preocupação com protocolos de higiene é mais intensa, cabe um olhar sobre todos os elos da cadeia de fornecimento de alimentos. Os procedimentos do vídeo trazem segurança para entregadores e clientes, e reforça o compromisso de qualidade dos pequenos negócios de bares e restaurantes”.


No vídeo, a nutricionista do Senac, Simone da Cunha Demenciano, mostra os procedimentos sobre a forma correta de manusear o alimento. Segundo ela, a proposta foi redobrar o reforço das boas práticas de cozinha aos entregadores, “visando que eles estejam de acordo com normas da vigilância sanitária, para uma manipulação adequada e entregas saudáveis”.

Atualmente, os moto entregadores vêm desempenhado um papel crucial para que restaurantes mantenham uma quantidade de vendas neste período pelo delivery. O segmento é um dos que enfrentam queda no faturamento com a redução no consumo de clientes, por conta das medidas de restrição que visam combater a covid-19.

Na época de produção da campanha, o presidente da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Juliano Weitharmer, estimou que 80% dos restaurantes de Campo Grande operariam com delivery – alguns com serviço próprio e a maioria nas plataformas de entrega, como Rappi, Uber Eats e iFood. "Nossa meta é atingir 100% dos moto-entregadores, dentro da Abrasel estamos fazendo essa divulgação pela qualificação deles", disse.

A campanha segue orientando os funcionários por tempo indeterminado. O vídeo também está disponível nas redes sociais do Sebrae/MS. Mais informações e atendimentos pelo telefone 0800 570 0800.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual prefeito seria melhor para a saúde?

55.2%
28.4%
16.4%