28/02/2020 às 12h57min - Atualizada em 28/02/2020 às 12h57min

Vereadora Dharleng cobra revisão do ICMS da gasolina e se posiciona contra o aumento

Parlamentar é contrária a política de aumentos do governo

Reprodução
“Quem está envolvido nisso deveria batalhar para fazer uma nova análise disso, até mesmo não deixar subir”, diz a vereadora Dharleng Campos (PP) em relação ao ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) da gasolina. O aumento do imposto foi proposto pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e aprovado por 24 deputados estaduais de Mato Grosso do Sul.

“Tinha que ser revisto sim esse imposto”, afirma a vereadora, que comenta ser “uma parlamentar totalmente contra esse aumento”. Para ela o ICMS alto da gasolina afeta diretamente o setor financeiro estadual e municipal. “Nós sabemos o quanto as pessoas, os empresários e funcionários precisam de respiro e esse aumento com certeza vai impactar de forma negativa”.

Para Dharleng, a proposta de arrecadação é uma forma de gerar sofrimento ao cidadão. “Eles dizem em arrecadar, arrecadar, mas quem paga são os que mais sofrem”, diz. A vereadora ainda questiona quem afirma que ‘não vai ter impacto negativo’. “Como que não? A população sofre com isso, como sofre com qualquer tipo de aumento”.

Sobre os valores da gasolina, que chegam até a R$ 5 nos postos de combustíveis de MS, ela considera a situação complicada. “Eu sei de várias pessoas que hoje já não estão mais usando o veículo depois do  aumento da gasolina”.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual prefeito seria melhor para a saúde?

54.8%
28.7%
16.5%