14/02/2020 às 14h23min - Atualizada em 14/02/2020 às 14h23min

"Ampliar o conhecimento é o primeiro passo para atender a população", diz Márcia Saldanha sobre dengue e coronavírus

Dengue já está matando e coronavírus assusta a sociedade

Redação
Reprodução
"Precisamos agir rápido, pois as pessoas estão morrendo". Com essas fortes palavras, a farmacêutica Márcia Saldanha deixou sua mansagem a todos os profissionais de saúde que participaram do talkshow sobre dengue e coronavírus, realizado no último dia 12 na Santa Casa de Campo Grande.

O evento técnico foi organizado pelo Conselho Regional de Farmácia com apoio de instituições. O debate foi promovido pelos profissionais Adam Adami, que é assessor técnico do conselho, a médica Márcia Dal Fabbro e o farmacêutico Luiz Demarchi, do Laboratório Central de Mato Grosso do Sul. A platéia foi formada por profissionais de várias áreas e lideranças acadêmicas.

Segundo o presidente do Conselho de Farmácia, Flávio Shinzato, "todos precisam estar técnicamente preparados para o atendimento a população".

Márcia Saldanha alertou que para evitar casos e mortes na questão da dengue, é preciso agir desde a limpeza do quintal até a busca por conhecimentos técnicos em saúde, porque a população está buscando ajuda e os profissionais devem estar atentos a cada detalhe e sintomas. "É um caso atrás do outro e vemos o poder público se esforçar para combater a dengue, mas isso só será possível se todos trabalharem juntos, como poder público, empresas, profissionais de saúde, imprensa e as famílias. Começa na limpeza de um quintal e vai até um tratamento dentro da unidade de saúde".

Os casos assustam praticamente todo o Estado. "Prefeitos, vereadores, secretários, todos precisam atuar em conjunto, mobilizando a sua sociedade local. Se uma parte da sociedade não atuar corretamente, a outra irá morrer, pois é isso que a dengue faz, mata pessoas", alertou a farmacêutica Márcia Saldanha.

Em suas redes sociais, Márcia reforça sobre as campanhas que estão em andamento e pede que todos acessem os canasis de comunicação das entidades de classe e do poder público. "Sempre tem novidades com indicadores, materiais de divulgação e como agir no atendimento ao paciente suspeito ou infectado pela doença", conclui a farmacêutica.

Sobre o Coronavírus

Márcia diz que o Brasil está avançado nas discussões sobre esse temido vírus. "O Ministério da Saúde tem atuado fortemente na causa para tranquilizar as pessoas, buscar estrutura para um possível surto do coronavírus e no oferecimento de condições para municípios e estados venham agir, necessário", conclui.

"Quando todos participam de encontros técnicos sobre esses dois temas, deixam uma mensagem para a sociedade de que estão investindo em conhecimento para melhor atender. Não podemos brincar com a dengue e muito menos com esse coronavírus", concluiu Márcia Saldanha durante o evento.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual prefeito seria melhor para a saúde?

54.8%
28.7%
16.5%