31/01/2020 às 11h46min - Atualizada em 31/01/2020 às 11h46min

Vereadores criticam decisão para fechamento de escolas estaduais em Campo Grande

A vereadora Dharleng Campos apontou o contrassenso da decisão.

Redação
Vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande criticaram, durante sessão ordinária desta quinta-feira (21), a decisão do Governo do Estado para fechamento de escolas estaduais na Capital no próximo ano.

A vereadora Dharleng Campos apontou o contrassenso da decisão, pois “a cidade cresce e tinha que estar abrindo escolas, mas o Governo decide fechar. Não se fecha escola em qualquer cidade em desenvolvimento. Aqui virou uma febre. Temos que lutar pelo não fechamento. Os alunos são o futuro dessa cidade, novos médicos, administradores, vereadores, governadores. Quero conclamar deputados que se unam a essa causa, como fizeram com a questão da Energisa”.

O vereador Valdir Gomes, presidente da Comissão Permanente de Educação da Câmara, criticou a medida que classificou como desrespeito à educação. Ele cobrou que a secretária estadual de Educação, Maria Cecília Amêndola da Mota, compareça à Casa de Leis para responder aos questionamentos e esclarecer a decisão de fechamento das escolas. Na Tribuna, falou que aguarda resposta até terça-feira. 

“Temos escola premiada naquilo que faz, que está para ser fechada. Esta Casa não pode aceitar. Vamos chamar a secretária. Os deputados são responsáveis também, mas estamos falando de Campo Grande. Não vou me calar diante dessas maldades que estão fazendo na educação. Como ficam as famílias que moram ali?”, afirmou o vereador Valdir Gomes, reclamando que o prédio está praticamente abandonado.  

No começo deste ano, os vereadores se mobilizaram com a comunidade, estudantes, pais e professores contra o fechamento de escolas estaduais em Campo Grande, dentre elas a Escola Riachuelo, no Bairro Cabreúva, além do estudo noturno na Consuelo Muller, na Vila Jacy. Por meio da Defensoria Pública, a Justiça foi acionada, liminares chegaram a ser concedidas, mas foram derrubadas. 

O vereador Carlão sugeriu a formação de Comissão para procurar a secretária Maria Cecília e, pessoalmente, saber o motivo para a decisão de fechamento das escolas. Alunos e pais da Escola Estadual Professor Carlos Henrique Schrader, no Jardim Flamboyant, estiveram na Casa de Leis e receberam apoio dos vereadores na luta para que o colégio continue funcionando. Também houve anúncio para fechamento da Escola Estadual Advogado Demosthenes Martins, no Residencial Octavio Pécora.  
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual prefeito seria melhor para a saúde?

55.3%
28.1%
16.7%