Terça, 23 de Julho de 2024
6799997-8129
Geral Legislativo - MS

Moção de Repúdio à entidades do agro é prática autoritária, diz Coronel David

O deputado estadual Coronel David (PL) concordou com a retirada da pauta de discussão da Assembleia Legislativa da Moção de Repúdio contra três imp...

17/04/2024 14h07 Atualizada há 3 meses
Por: Redação Fonte: Assembleia Legislativa - MS
Moção de Repúdio à entidades do agro é prática autoritária, diz Coronel David

O deputado estadual Coronel David (PL) concordou com a retirada da pauta de discussão da Assembleia Legislativa da Moção de Repúdio contra três importantes entidades do agronegócio do estado, que seria apresentada pelo deputado Zeca do PT. 

“Ainda bem que o deputado Zeca desistiu de apresentar tal moção. Isso representaria uma atitude autoritária por quem diz sempre defender a democracia”, afirma Coronel David.

A controvérsia surgiu devido à ausência de representantes da Fiems (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul), Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul) e Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) durante a visita do atual presidente, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a Campo Grande.

Para Coronel David, punir pessoas por não participarem de eventos do governo é algo típico de regimes ditatoriais, não condizente com o regime democrático. Em suas palavras, o presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública e da Frente Parlamentar Invasão Zero ressaltou que tal atitude revela uma postura autoritária. “Onde fica a democracia tão defendida pelo PT?”.

Ainda em seu pronunciamento, Coronel David rebateu as críticas de Zeca em relação à postura dos presidentes das entidades, destacando a importância do agronegócio para a geração de empregos no estado e no país. “Será que o presidente Lula se preocupa com os milhões de empregos gerados pelo setor, pois enquanto ele discursa, o PT apoia grupos de invasores de terras”, dispara o deputado.

Finalizando sua intervenção, o deputado defendeu a liberdade de escolha e criticou a postura autoritária de punir aqueles que não seguem a linha governamental, expressando seu total apoio às entidades do agronegócio no estado.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias