Terça, 23 de Julho de 2024
6799997-8129
Saúde Mato Grosso do Sul

Saúde promove o III Encontro Estadual de Atenção Primária à Saúde

Compartilhamento de práticas exitosas auxilia na melhoria do sistema.A SES (Secretaria de Estado de Saúde), por meio da superintendência de Atenção...

09/04/2024 17h52 Atualizada há 3 meses
Por: Redação Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Foto: Reprodução/Secom Mato Grosso do Sul
Foto: Reprodução/Secom Mato Grosso do Sul

Compartilhamento de práticas exitosas auxilia na melhoria do sistema.

A SES (Secretaria de Estado de Saúde), por meio da superintendência de Atenção Primária à Saúde, realiza nesta segunda (8), terça (9) e quarta-feira (10) o ‘III Encontro Estadual de Atenção Primária à Saúde: Diálogos para práticas baseadas em evidências’ no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande.

Conforme o secretário de Estado de Saúde, Maurício Simões, a compreensão do sistema como um todo faz parte do processo de melhoria das estruturas da saúde.

“Entendo que ampliar a cobertura é importante, ampliar o horário de atendimento é importante, mas tão importante também é construirmos uma linha de cuidado que não esteja mais tão fragmentada. Nós temos que lembrar que apesar dos 36 anos do SUS, a cultura, infelizmente, da sociedade e de muitos atores da estrutura de saúde ainda é muito ‘hospitalocêntrica’ e não por acaso os hospitais, principalmente da Capital, ficam lotados. Esse é o desafio, reunir essas estruturas em prol de um melhor atendimento aos cidadãos”.

Para a superintendente de Atenção Primária à Saúde da SES, Karine Cavalcante da Costa, é importante que os profissionais dos municípios participem do encontro para absorver as atualizações com experts em nível nacional e, posteriormente, aplicar o conhecimento no próprio território.

“O encontro conta com representantes do Ministério da Saúde e de outros estados, trazendo informações de práticas que apresentam resultado. Com a vinda do Ministério da Saúde, os profissionais poderão se atualizar com as novas perspectivas e normatizações, além de conhecer os resultados da experiência realizada pela UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), a qual os municípios do estado participaram. O encontro é para que eles possam se qualificar, atualizar, trocar experiências, além de melhorar o sistema de informações”, assegura Karine.

A presidente do Cosems/MS (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso do Sul), Josiane Oliveira Corrêa, avalia que o encontro reflete o compromisso coletivo frente ao desenvolvimento e avanços para uma Atenção Primária mais forte e resolutiva.

“Para nós, enquanto Cosems, é uma alegria muito grande estarmos aqui. Nós conseguimos afirmar a diferença que faz você desenvolver um trabalho que realmente seja baseado, seja discutido e que ele seja confrontado de acordo com o que os dados científicos colocam. Nós na Atenção Primária muitas vezes realizamos diversas atividades e pecamos por não fazermos estudo disso, de não fazermos projetos para poder apresentar aos demais colegas. Nosso estado é muito diverso geograficamente, prioritariamente com municípios de pequeno porte, onde a atenção primária à saúde realmente é a porta de entrada”, explica Josiane.

Foto: Reprodução/Secom Mato Grosso do Sul
Foto: Reprodução/Secom Mato Grosso do Sul
Foto: Reprodução/Secom Mato Grosso do Sul
Foto: Reprodução/Secom Mato Grosso do Sul

 

Já o presidente do CES/MS (Conselho Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul), Ricardo Bueno, acredita que o fortalecimento da cultura da prevenção acarretará em mudanças positivas na assistência à população.

“Precisamos fortalecer isso, porque não temos a cultura da prevenção e a atenção primária é isso, é prevenção. Temos que fortalecer a parte técnica, a parte dos estudos. Vamos trabalhar a política de prevenção, principalmente, com quem está na ponta. Quem está na ponta que tem a visão do que está acontecendo no município”, garante Bueno.

O superintendente estadual do Ministério da Saúde no Mato Grosso do Sul, Ronaldo de Souza Costa, falou sobre a importância da manutenção desta rede de informações. “Compartilhem essas experiências no sentido de aprimorarmos o SUS (Sistema Único de Saúde) para que elas atinjam todas as pessoas”.

O evento tem como público-alvo prefeitos, gestores municipais de saúde, coordenadores municipais de APS e áreas estratégicas, profissionais da APS, acadêmicos, professores, controle social e entidades afins.

Entre os temas abordados durante o encontro estão os serviços e ferramentas de monitoramento e avaliação existentes da APS, além das iniciativas estaduais como os Projetos Bem Nascer MS, Acolhe MS, Viver Mais MS e Resolve APS cujos objetivos estão focados na melhoria da qualidade de atenção à saúde de forma humanizada e resolutiva e impactar nos indicadores de saúde de forma positiva.

O ‘III Encontro Estadual de Atenção Primária à Saúde: Diálogos para práticas baseadas em evidências’ segue até esta quarta-feira (10) no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande.

Kamilla Ratier, Comunicação SES

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias