Carlos Alberto Assis, o comandante do governo para enfrentar a crise

Secretário de Administração tem sido um "leão" da gestão estadual.

Foto: Reprodução
Carlos Alberto Assis, o comandante do governo para enfrentar a crise
Secretário Carlos Alberto Assis, braço direito do governador de MS

Se Mato Grosso do Sul está com as contas em dia e o servidor público recebendo corretamente, e ainda investindo em programas de desenvolvimento, essas questões se devem ao modelo de gestão aplicado pelo alto escalão do governo do Estado.

Toda essa articulação e "tato" com a máquina pública tem nome. O secretário de Administração e Desburocraticação, Carlos Alberto Assis, ocupa a principal pasta da gestão estadual e já provou que tem competência de sobra para o cargo. Nos últimos meses, o governo estadual está investindo em campanhas publicitárias para conscientizar a população sobre a importância de cortar gastos. Carlos tem sido um dos fiéis escudeiros do governador.

No segundo semestre de 2016, a administração do governador Reinaldo Azambuja sofreu duras críticas em relação aos gastos publicitários, mas a gerência de comunicação do governo conseguiu mostrar que os investimentos não foram impactantes nas contas públicas se comparados com o resultado obtido com a divulgação.

Fato é que o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul investe pesado em comunicação, porque acredita que uma população bem informada é melhor para todos. E os investimentos estão acontecendo.

Convênios estão sendo firmados e no início da gestão do prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, a equipe liderada pelo governador se prontificou a ajuda-lo, assim como outras instituições.

Em eventos, o governo do Estado teve uma participação fundamental, como apoio à Expogrande e outros mega eventos realizados no interior. Agora, na campanha mais importante para o setor agropecuário, que orienta sobre o período de vacinação contra a febre aftosa, mais uma vez a administração estadual está atuando intensivamente.

Nas redes sociais, o governador tem mostrado que é bom de ibope, com milhares de curtidas e compartilhadas e, mesmo virtualmente, a comunicação do governo atua fortemente.

O resultado são os índices que levam Mato Grosso do Sul o principal, no mais grave em segundo ou terceiro lugar, como um Estado equilibrado que está enfrentando a crise de maneira inteligente.