Franqueador x franqueado: como está a comunicação entre vocês?

A comunicação entre o franqueador e o franqueado tem ganhado importância entre as franquias.

Por Redação 24/03/2017 - 16:24 hs
Foto: Reprodução
Franqueador x franqueado: como está a comunicação entre vocês?
Sem comunicação, sem sucesso nos negócios

A comunicação entre o franqueador e o franqueado tem ganhado importância entre as franquias. Afinal, a eficácia dessas trocas de informações aumenta o engajamento, melhora a padronização e possibilita o aprimoramento dos produtos e dos serviços. Cabe à empresa franqueadora estruturar esses canais e definir as mensagens adequadas para cada um. Veja a seguir cinco dicas para melhorar a comunicação na rede.

1. Evite causar barulho

Sistemas de comunicação que têm muitos canais e muitos emissores tendem a diluir a atenção do franqueado. Se o jurídico da franquia manda um comunicado por um e-mail e o marketing manda as novas peças da campanha por outro, o franqueado pode se perder e não dar a devida atenção a nenhum deles. Isso sem contar quando a rede usa também SMS, WhatsApp, vídeos e newsletters. Tudo isso pode causar muito mais barulho do que comunicar de fato.

2. Meça os resultados

Acompanhe a audiência de cada conteúdo enviado. É possível verificar a taxa de abertura e de cliques das newsletter, por exemplo. Faça pesquisas para identificar quais são os canais mais acessados e aqueles em que ninguém presta atenção. Às vezes, um meio de comunicação que é muito querido ao franqueador não tem a adesão dos franqueados. É apenas um gasto a mais que não tem eficácia.

3. Defina os canais certos

Conteúdos diferentes devem ser disseminados por meios diferentes. Um grande anúncio ou uma apresentação de um novo produto, por exemplo, ficam bem em vídeo. Por outro lado, uma determinação do jurídico pode ser mais bem explicada em um texto enviado por e-mail. Informações urgentes precisam ser mandadas por canais acessados rapidamente, como WhatsApp ou SMS – nem todos os franqueados leem e-mail ao longo do dia.

4. Coíba a conversa paralela

Quando a comunicação não é eficiente, os franqueados começam a recorrer às pessoas com quem têm mais contato na rede para obter informação. Ou conversam com outros franqueados, o que pode gerar imprecisões. Claro que não é possível acabar com essas comunicações nem proibi-las. Mas é importante direcionar os franqueados para os canais que contêm aquilo que eles procuram.

5. Dê destaque ao que é importante

Caso tenha que passar uma mensagem de impacto à rede, pense qual será o melhor canal e qual mensageiro irá chamar mais atenção. Vale, por exemplo, reservar as falas do fundador aos conteúdos mais importantes. Assim, quando ele ou ela aparecer em um vídeo, o franqueado saberá que aquele comunicado precisa ser visto.